DEVOÇÃO E TERÇO DA SAGRADA FACE

Durante o ano de 2014, acompanhando de perto o Grupo do Terço da Sagrada Face que rezam toda segunda-feira as 19:30 em casas mais diversas, em Pindamonhangaba, refletimos sempre as dores e os sofrimentos de Cristo, e ao mesmo tempo vendo nessa Face Sagrada e sofrida os sofrimentos dos nossos irmãos mais necessitados, suplicando sempre a benção e a especial atenção de Deus por eles e pelos sacerdotes e bispos.

Com esse exercício de piedade e de devoção,  acompanhamos durante este ano toda primeira segunda- feira do mês,  rezando junto com os devotos, com mensagens e reflexões bíblicas, acentuando as realidades atuais da Igreja e da Congregação pelas quais estavam sempre presentes como intenções buscando sempre a unidade e a comunhão.
Conscientes dos acontecimentos da Congregação, da qual comungam da espiritualidade,  neste ano Capitular, este grupo se colocou numa oblação profunda de rezar todos os dias uma dezena do terço em suas casas e a oração da Congregação composta pelo Fundador Pe Januário Baleeiro de Jesus e Silva, OCS (que se segue abaixo).
A todos do Terço da Sagrada Face, a nossa gratidão e o nosso reconhecimento de unidade e amor a Igreja de Jesus Cristo, a Congregação e por todo o povo de Deus.
Que Cristo Sacerdote faça resplandecer a vossa Face sobre vós e permaneça sempre convosco.
Ir. Bráulio Nonato da Silva, OCS

 A Cristo Sacerdote, pela C.O.C.S.
 Cristo Sacerdote, nós vos agradecemos, porque destes ao Pe. Januário Baleeiro, OCS, a inspiração, a graça e a missão de enriquecer a Igreja com uma Congregação destinada a viver o vosso amor e a vossa oblação, a serviço dos vossos Sacerdotes e Bispos. Concedei-nos viver em crescente amor fraterno, reconhecendo a vossa Face um no outro e, principalmente, em nossos Sacerdotes, abatidos pela doença ou idade avançada. Que cada um de nós seja  servidor da  comunhão, numa comunidade fraterna. Tornai-nos sempre mais atentos e generosos em procurar a vontade do Pai. Reavivai em nós o espírito da fundação, vivendo com entusiasmo os nossos carismas. Possa cada um de nós ser sempre disponível, na obediência alegre, anunciando a vossa misericórdia e sendo um verdadeiro Cireneu dos vossos Sacerdotes. Amém.