Desagravo à Sagrada Face

Na terça-feira de carnaval, muitos se encontram na avenida, nos blocos, nos shows e outros muitos ainda se perdem pela falta de sentido existencial, no vazio interior e acabam se envolvendo através de seduções “de momento” e “do momento”, que não alimenta a existência, às vezes vazia da presença de Deus.
No Mosteiro da Sagrada Face foi celebrado o “Ato de Desagravo à Sagrada Face”. Além de ser uma devoção da nossa família religiosa, juntamente com a Igreja do Brasil que na terça de carnaval celebra a liturgia da Sagrada Face, muitos fiéis vieram ao Mosteiro rezar conosco.
A nossa celebração foi marcada pela Adoração ao Santíssimo Sacramento e a Santa Missa. O Papa Bento XVI através de uma catequese "Reconhecer a face de Jesus no pobre e no sofredor" nos ajudou a refletir sobre esta espiritualidade:

“Jesus inaugura na história um novo modo da presença de Deus, porque quem O viu, viu o Pai; ele é “o mediador” da nova e da eterna aliança; Nele encontramos Deus, ao qual podemos invocar com o nome de “Abba, Pai” e por ele nos é dada a salvação.
Se queremos ver a face de Deus, disse o Papa, Aquele rosto que dá sentido, solidez e serenidade ao nosso caminho, devemos seguir Cristo, mas não somente quando precisamos Dele, quando encontramos um espaço entre os milhares de afazeres cotidianos.
“É toda a existência que deve ser orientada ao encontro com Ele, ao amor por Ele; e com isso, um lugar privilegiado tem que ter o amor ao próximo, aquele amor que, à luz do Crucifixo, nos faz reconhecer a face de Jesus no pobre, no fraco e no sofredor.”

Confira as fotos