<Voltar

São José, homem que contempla e age pela causa do Reino

Caríssimos amigos, no ano em que a Igreja dedica a São José, vivenciamos o mês a ele dedicado. O dia 19 de março marca a festividade de São José, que ao lado da celebração da Anunciação do Senhor (dia 25) se tornam as grandes celebrações ocorridas dentro do período quaresmal. Nós Oblatos, celebramos no dia 25, o nascimento de nossa família religiosa (1955), bem como o evento da pintura da Sagrada Face (1959). Tais celebrações colaboraram quanto à temática das celebrações da Sagrada Face 2021: Com o coração de Pai, contemplar a amorosa face do Filho.

O tema escolhido nos ajuda a celebrarmos as distintas realidades, convidando-nos a seguir, por meio do luminoso exemplo de São José, os ensinamentos do próprio Cristo, cuja face dolorosa e amorosa contemplamos. São José é o grande pedagogo, que nos toma pela mão e que nos mostra as luzes e cruzes de uma vida integralmente ofertada a Deus. José não contemplou a face dolorosa de Jesus, mas o contemplou de várias formas e em variados momentos de sua vida, visto que ambos, juntamente com a Virgem Maria, habitavam no mesmo lar. José e Maria formam a família terrena de Jesus; tamanha intimidade se reverte em cuidado e intercessão, ou seja, aquele que cuidou da “família de Deus”, cuida da Igreja e intercede carinhosamente pelo povo! O ano josefino é um convite para redescobrirmos em José, um amigo, um pai e um intercessor!

Além das Escrituras, que descrevem José como “o justo” (cf. Mt 1,19), importante elogio no contexto cultural da época, bem como a sucinta ( e importante) descrição de seus gestos de cuidado para com Jesus e Maria (cf. Mt 1,24; 2,13-23), outros belos testemunhos revelam sua intercessão para com aqueles que o pedem.

Basta observarmos escritos de Santa Teresa d’Ávila e São João Bosco, que afirmam nunca o terem invocado em vão. Nosso fundador Pe. Januário Baleeiro também fora “agraciado” com sua intercessão, de especial modo no início da Congregação, quando se conta da doação de um desconhecido benfeitor cuja oferta financeira era exatamente a quantia necessária para a compra de camas, objetos que até então não dispunham. Tendo para são José rezado, prontamente foram atendidos!

O José que nos ensina a ter fé nos revela também que o seguimento/opção por Cristo, vem por vezes marcado pela realidade da cruz. O homem da ação nos ensina a agir, tendo sempre a certeza da presença de Deus em nossa vida (embora que por vezes venham ventos contrários). Roguemos que São José nos ajude a viver corajosamente nossa oblação, ou seja, nossa oferta de vida a Deus (seja como consagrado, leigo ou casado).

Uma especial prece pelos Josés oblatos, para que sejam fieis em suas respectivas misões. São eles: Pe. José Mariano (colabora no Mosteiro da Sagrada Face);  Pe.José Nicomedes (colabora no mosteiro da Sagrada Face); Pe.José Roberto Rosa (mestre de Noviços em Moneratt,RJ); Pe. José Maria (colabora na Casa de Reiros N.Sra. das Vitórias em vargem Grande Paulista,SP); Pe.Onofre José (colabora no Mosteiro da Sagrada Face); Pe. Samuel José (Formador do Aspirantado e do Postulantado em Barretos, SP); Pe. Adriano José (Vigário paroquial na Paróquia N.Sra. do Carmo, em Miranda, MS); Ir. Marcos José (assiste a Dom Zerbini, SDB em Guarapuava, PR).  Aos Josés na glória eterna, nossas súplicas e pedidos de intercessão: Pe. Adilerson José; Pe. José Gonçalves; Ir. José Raimundo; Ir. José Pimenta e Ir. José Tiago.

Que São José interceda por nós e nos inspire a contemplar/amar Jesus!


Leonardo Paulino, OCS.