Desagravo à Sagrada Face

Terça-feira de Carnaval

 

Mosteiro da Sagrada Face
25 de fevereiro de 2020 - Roseira – SP

 

Cântico de abertura
                      Ó Face do Redentor, a Vós todo o nosso amor! (Bis).
Ó Face adorável, refúgio do pecador,
asilo inefável, conforto em nossa dor!
                      Ó Face do Redentor, a Vós todo o nosso amor! (Bis).
Em vós encontraremos, a graça e o perdão;
no céu louvar-vos-emos, ó fonte de salvação.
                      Ó Face do Redentor, a Vós todo o nosso amor! (Bis).
Jesus, nós vos pedimos, por vossa morte atroz,
que a luz de vossa Face, resplenda sobre nós!

Pres.: Cristo Sacerdote, fazei que resplandeça a Vossa Face sobre nós,
Todos: Permanecei conosco, ó Senhor! (3 vezes).

Ato de Desagravo
Ó Jesus Cristo Sacerdote,
queremos Vos oferecer nossa vida, sofrimentos e orações,
em união com o Coração Imaculado de Maria,
em desagravo à Vossa Sagrada Face,
pelos nossos pecados e pelos pecados do mundo inteiro,
especialmente das pessoas a Vós consagradas na vida religiosa e sacerdotal.
Aceitai, Senhor, esta nossa humilde reparação
por todos os pecados de orgulho, heresia e sensualidade.
Senhor Jesus Cristo Sacerdote,
que a luz de vossa Sagrada Face nos ilumine.
Que sua infinita beleza nos atraia.
Que sua força onipotente nos proteja.
Que seu amor misericordioso nos perdoe e santifique,
levando-nos a sua eterna contemplação nos esplendores do céu. Amém.

Salmo 26
Refr.: Senhor, eu procuro a vossa Face!
– Só uma coisa vos peço Senhor,/ e esta ardentemente solicito,/
morar na vossa casa, ó Deus/ todos os dias da minha vida!
– Para fluir das vossas delícias,/ e contemplar-vos em vosso templo,/
Vós me guardareis em vossa tenda,/ nos dias da adversidade.
= A vós fala o meu coração,/ a vós procura a minha face;/
a vossa a procuro, Senhor,/ não me escondais a vossa Face,/
nem rejeiteis o vosso servo!
– Sois meu apoio, não me rejeiteis,/ nem me desampareis, Deus, meu Salvador!/
Se meu pai e minha mãe me abandonarem,/ o Senhor me acolherá!

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João (Jo 19,1-5)
Naquele tempo, Pilatos mandou flagelar Jesus. Os soldados teceram de espinhos uma coroa e puseram-lha sobre a cabeça e cobriram-no com um manto de púrpura. Aproximavam-se dele e diziam: “Salve, rei dos judeus!”. E davam-lhe bofetadas. Pilatos saiu e disse aos judeus: “Eis que vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele nenhum motivo de acusação”. Apareceu então Jesus, trazendo a coroa de espinhos e o manto de púrpura. Pilatos disse: “Eis o homem!”. Palavra da Salvação!
Homilia.

Ladainha da Sagrada Face
Senhor, tende piedade de nós,
Cristo, tende piedade de nós,
Senhor, tende piedade de nós,
Cristo, ouvi-nos,
Cristo, atendei-nos,
Deus Pai do céu, tende piedade de nós.
Deus Filho, Redentor do mundo,
Deus Espírito Santo,
Santíssima Trindade, que sois um só Deus,

Sagrada Face do Filho do Deus vivo,
Sagrada Face, Espelho da Majestade Divina,
Sagrada Face do nosso Salvador,
Sagrada Face, inundada de suor e de sangue,
Sagrada Face, humilhada pelo beijo do traidor,
Sagrada Face, barbaramente contundida por bofetões,
Sagrada Face, cumulada de ignomínias e insultos,
Sagrada Face, coberta dum véu e cinicamente ludibriada,
Sagrada Face, atormentada por febre e sede,
Sagrada Face, no julgamento, perante a multidão amotinada,
Sagrada Face, banhada de lágrimas de dor,
Sagrada Face, impressa na toalha de Verônica,
Sagrada Face, coberta de blasfêmias horrendas,
Sagrada Face, ao morrer na Cruz, inclinada para nós,
Sagrada Face, desfigurada por feridas e golpes,
Sagrada Face, revelada milagrosamente pelo Santo Sudário,
Sagrada Face, glorificada pela ressurreição,
Sagrada Face, alegria de todos os santos,
Sagrada Face, por cuja veneração, alcançamos auxílio nas angústias,

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, mostrai-nos a vossa Sagrada Face, volvei a nós a vossa Sagrada Face, a fim de sermos salvos. Amém.

Oremos: Senhor Jesus Cristo, cuja Face santíssima a Paixão escondeu e agora refulge como sol em seu poder: fazei que, participando dos vossos sofrimentos na terra, possamos alegrar-nos no céu contemplando a vossa glória. Vós que viveis e reinais com o Pai, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

Exposição do Santíssimo Sacramento

 

Cântico
A minh’alma tem sede de Deus,/ pelo Deus vivo anseia com ardor;
quando irei ao encontro de Deus/ e verei tua Face, Senhor?
A ovelha sedenta procura o riacho,
a minh’alma suspira por Deus, onde o acho?
Pelas águas que correm, suspira a ovelha,
pelas fontes de Deus a minh’alma anseia.

Pres.: Graças e louvores sejam dados a todo momento
Todos: Ao Santíssimo e diviníssimo Sacramento!

Ó  Jesus Cristo, Sumo e Eterno Sacerdote,
quero neste momento visitar-vos,
em todos os tabernáculos desta (Arqui)Diocese e do mundo inteiro,
principalmente onde, em vossa Presença Eucarística,
sois mais abandonado e menos reverenciado.
Renovo, neste momento, o meu sincero desejo de união convosco.
Anseio por receber-vos, agora espiritualmente,
como se vos recebesse sacramentalmente.

Fazei, Senhor, que resplandeça sobre nós a vossa Face!
Permanecei conosco, Senhor!

Sim, ó Jesus Cristo Sacerdote Eterno,
permanecei comigo com a vossa inteligência, para pensar convosco;
permanecei comigo com a vossa santa vontade,
para eu fazer sempre com perfeito amor a vontade do Pai celeste.
Ficai comigo com a vossa alma e a vossa divindade,
para me santificardes no amor do vosso Santo Espírito.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (Lc 9,22-24.28-35)
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos. “É neces­sário que o Filho do Homem padeça muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas. É neces­sário que seja levado à morte e que ressuscite ao terceiro dia”.
Em seguida, dirigiu-se a todos: “Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me. Porque, quem quiser salvar a sua vida, irá perdê-la; mas quem sacrificar a sua vida por amor de mim, irá salvá-la.
Passados uns oito dias, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e subiu ao monte para orar. Enquanto orava, transformou-se o seu rosto e as suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura. E eis que falavam com ele dois personagens: eram Moisés e Elias, que apareceram envoltos em glória, e falavam da morte dele, que se havia de cumprir em Jerusalém. Entretanto, Pedro e seus companheiros tinham-se deixado vencer pelo sono; ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois personagens em sua companhia. Quando estes se apartaram de Jesus, Pedro disse: “Mestre, é bom estarmos aqui. Podemos levantar três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias!...”. Ele não sabia o que dizia. Enquanto ainda assim falava, veio uma nuvem e encobriu-os com a sua sombra; e os discípulos, vendo-os desaparecer na nuvem, tiveram um grande pavor. Então, da nuvem saiu uma voz: “Este é o meu Filho muito amado; ouvi-o!” Palavra da Salvação!

Cantico:
Mestre, bom é estarmos aqui, reunidos bem perto de ti, no silêncio e na paz.
Mestre, reunidos no amor, nós vivemos ao Monte Tabor para em Ti repousar.
E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração. (2 vezes)

Mestre, ao sairmos daqui nós iremos teus passos seguir com sementes nas mãos.
Mestre, nós queremos plantar o teu Reino em todo lugar e crescer como irmãos.
E nós cantaremos a mesma canção, unidos no mesmo coração. (2 vezes)

Consagração à Sagrada Face.

SENHOR, MOSTRAI-NOS A VOSSA FACE E SEREMOS SALVOS.

Ó Bom Jesus, que quereis salvar o mundo de hoje
com o mesmo infinito amor com que o criastes e redimistes,
incluí-me entre aqueles que trabalham pelo triunfo do vosso amor na terra.
Recebei para este fim, todo o meu ser!
Disponde de mim!
Quero difundir a imagem de vossa divina Face,
para que, em todas as almas,
a vossa imagem substitua para sempre
a imagem do ódio, do egoísmo e da sexolatria.
Ó Jesus, chamai apóstolos que se encarreguem desta missão.
Em vosso amor misericordioso e onipotente, convertei as nações,
afastai os males do ateísmo militante e prático,
e renovai a terra com a força e luz do vosso Divino Espírito Santo,
e que todos nós, redimidos pelo vosso sangue
e unidos filialmente à Sempre Virgem Maria
no seu “Sim”permanente à vontade de Deus,
caminhemos na tranqüilidade da ordem
e na fidelidade do amor e da paz neste mundo,
rumo à Vida Eterna. Amém. (Pe. Januário Baleeiro, OCS).

 

Cântico


Tão sublime sacramento
Adoremos neste altar
Pois o Antigo Testamento
Deu ao Novo seu lugar
Venha a fé, por suplemento
Os sentidos completar

Ao eterno Pai cantemos
E a Jesus, o Salvador
Ao Espírito exaltemos
Na Trindade eterno amor
Ao Deus uno e trino demos
A alegria do louvor
Amém! Amém!


Pres.: Do céu lhes destes o pão.
Todos: Que contém todo sabor

Oremos: Deus, que neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial de vossa Paixão, concedei-nos tal veneração pelos sagrados mistérios de vosso Corpo e de vosso Sangue, que experimentemos sempre em nós a sua eficácia redentora. Vós, que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.
Todos.: Amém.

Louvores em reparação pelas blasfêmias:
Bendito seja Deus.
Bendito seja o seu santo Nome.
Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem.
Bendito seja o Nome de Jesus.
Bendito seja o seu Sacratíssimo Coração.
Bendito seja o seu preciosíssimo Sangue.
Bendito seja Jesus no Santíssimo Sacramento do altar.
Bendito seja o Espírito Santo Paráclito.
Bendita seja a grande Mãe de Deus, Maria Santíssima.
Bendita seja a sua Santa e Imaculada Conceição.
Bendita seja a sua gloriosa Assunção.
Bendito seja o Nome de Maria, Virgem e Mãe.
Bendito seja São José, seu castíssimo Esposo.
Bendito seja Deus, nos seus Anjos e nos seus Santos.

Oração pela Santa Igreja, pelo Santo Padre e pela Pátria
Deus e Senhor Nosso, protegei a vossa Igreja,
dai-lhe santos Pastores e dignos Ministros.
Derramai as vossas bênçãos sobre o nosso Santo Padre, o Papa,
sobre o nosso (Arce)Bispo, sobre o nosso pároco e sobre todo o clero;
sobre o chefe da Nação e do Estado;
sobre todas as pessoas constituídas em dignidade,
para que governem com justiça.
Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa.
Favorecei com os efeitos contínuos de vossa bondade o Brasil,
este (Arce)bispado, a paróquia em que habitamos,
a cada um de nós, em particular,
e a todas as pessoas por quem somos obrigados a orar,
ou as que se recomendaram às nossas orações.
Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no Purgatório;
dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. Amém.
(Pai Nosso, Ave Maria e Glória, segundo as intenções do Santo Padre, o Papa).

Canto final
Ó Face Salvadora, de um Deus que é amor,/
da alma pecadora, sois o consolador!
Ó Face iluminada, brilhante , do Tabor,
por nós desfigurada, prova de eterno amor.
Horrendas crueldades, puderam vos fazer!
Voltai-nos a vossa Face, ó Deus de eterno amor!

 

 

 

 

A.M.D.G † 2.0.2.0